Translate

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Pecado e Cura

PECADO E CURA

Esse texto nos apresenta mais um dos milagres de Jesus
que o apóstolo João selecionou para convencer seus leitores de que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus. Trata-se da cura de um paralítico, de um homem que não andava há 38 anos. E que desejava ser curado. Juntamente com esse homem havia uma multidão. Todos eles queriam um milagre em suas vidas.
Segundo a tradição, um anjo descia nas águas do tanque de Betesda, que ficava junto à porta das ovelhas, em Jerusalém. E ao descer nessas águas, agitava-as. E a primeira pessoa que entrasse nas águas agitadas pelo anjo, era sarada de qualquer doença que tivesse (v. 4). Aquela multidão estava ao lado do tanque esperando o momento em que as águas fossem agitadas, para então disputar a primazia de entrar nas águas e receber a cura. O homem paralítico também estava lá, “há muito tempo”, diz a Palavra, mesmo sabendo que não conseguiria entrar nas águas agitadas do tanque em primeiro lugar. Mesmo sabendo disso ele estava ali, esperando um milagre em sua vida. E o milagre veio. Jesus, o Senhor dos milagres, o Senhor da vida, o Senhor do Universo, o Senhor da Criação, chega em Betesda para trabalhar (v. 17) e o homem paralítico, abençoadamente, está em seu caminho. E Jesus se aproxima dele e lhe faz a pergunta decisiva: “Queres ser curado?” (v.6). Essa pergunta parecia desnecessária, visto que se o paralítico estava ali, com certeza estava porque queria ser curado. Ele poderia ter ironizado e redargüido a Jesus: o que é que Senhor acha? Mas não! Ele, com toda a sinceridade, responde a Jesus, explicando-lhe o seu dilema. Ele queria ser curado, mas não tinha ninguém que lhe pusesse dentro do tanque e sempre que ele tentava ir sozinho, chegava tarde demais, mas é claro que ele queria ser curado. E diante do seu desejo, Jesus o liberta de sua enfermidade e manda que o homem se levante, tome o seu leito e ande. Esse homem poderia ter duvidado de Jesus, caçoado dele, mas não, o homem paralítico, cheio de fé, crê em Jesus, se levanta, pega sua cama e vai embora.
A condição “sine qua non” para que uma pessoa seja liberta de suas enfermidades, sejam elas de que natureza forem, é a fé... a fé em Jesus e o desejo de libertação. Jesus inaugura a Era da Ressurreição. No versículo 5:25 de João, temos as palavras de Jesus que dizem: “Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus; e os que a ouvirem, viverão”. Aquele paralítico estava morto. Quando Jesus se encontra com ele no templo, lhe diz: “Olha que já estás curado; não peques mais, para que não te suceda cousa pior”. Aquele homem estava doente por causa de seu pecado. E a Bíblia diz que “a alma que pecar, essa morrerá” (Ez 18:4). O paralítico pecara e estava morto, mas queria viver, desejava viver. E quando a Vida Encarnada na pessoa de Jesus fala com ele, aquele morto ouve a sua voz e novamente volta a viver. Aleluia!
Em nossos dias também temos nossa multidão de coxos, de leprosos, de paralíticos, de cegos e etc... Nem todas as pessoas enfermas estão assim porque cometeram pecados. Jó foi atacado de “tumores malignos, desde a planta do pé até ao alto da cabeça” (Jó 2:7). E não ficou enfermo porque pecou. Pelo contrário, Jó ficou doente porque era fiel e temente a Deus. Creio também que nem todas as pessoas daquela multidão que estava em Betesda, estava doente por que haviam pecado. Mas uma coisa é certa: doentes ou não, “todos pecaram e carecem da glória de Deus”. Isso é o que afirma a Palavra de Deus em Rm 3:23. E em tendo pecado, todos morreram espiritualmente e vem sofrendo as conseqüências desse estado de morto espiritual. A principal conseqüência que atinge os mortos espirituais, é a separação de Deus. A Palavra de Deus diz em Is 59:2 que “as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça”. Todavia, o mesmo profeta Isaías que anuncia essa terrível conseqüência para os homens pecadores, anuncia também em 59:1 “que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir”. E isso foi experimentado pelo paralítico de Betesda. Ele fez a sua queixa para a pessoa certa; ele expôs o seu desejo, o desejo de sua alma, à pessoa certa. E por isso ele foi atendido “IMEDIATAMENTE” (Jo 5: 9).
Qualquer pessoa que desejar ser liberta de seus pecados, de suas enfermidades, de sua opressão, de sua vida atormentada, pode se libertar. Em Mt 11:28-30, Jesus diz: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. Mas Jesus não liberta aquele que não deseja ser libertado. Ele não faz nada contra a nossa vontade. Jesus nos faz aquilo que nós desejamos que Ele nos faça. Ele não foi chegando e curando o paralítico. Não! Ele chega diante do paralítico e lhe pergunta: “Queres ser curado?” E diante da resposta positiva, Ele curou aquele homem. Jesus também pode curar cada um de nós de nossos males, de nossas amarguras, de nossas enfermidades. Jesus pode nos libertar. Ele é a verdade que liberta. Em Jo 14:6, ele diz: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” e em Jo 8:32, ele diz: “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Em outras palavras, Ele estaria dizendo: e me conhecereis e eu vos libertarei. E foi assim que aconteceu ao paralítico de Betesda. Ele conheceu a Jesus. Ele conheceu a Verdade que liberta e foi libertado. Todos nós também podemos conhecer Jesus, a Verdade que liberta, ainda hoje. Jesus está aqui em nosso meio. Em Mt 18:20, ele diz: “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles”. Aqui estamos nós, reunidos no Nome e no Amor de Nosso Senhor Jesus Cristo. E cremos que ele está aqui. E que hoje, aqui e agora ele pode nos libertar de qualquer coisa que esteja nos oprimindo. Vinde a mim e eu vos aliviarei, diz ele. E nós cremos que essas palavras de Jesus, são palavras eternas que não passarão, conforme ele mesmo disse em Mt 24:35: “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão”. Se temos algum problema, alguma necessidade, saibamos todos que Jesus pode nos libertar de qualquer coisa. Basta desejarmos. Ele não nos libertará se não desejarmos. Ele seria um tirano e um opressor se assim fizesse. O livre arbítrio ou a liberdade de escolha é o maior dos direitos que Deus concedeu ao homem. Em ser liberto ou não, só depende de nossa decisão. “Porque Deus amou ao mundo, a todos nós, de tal maneira, que deu-nos o Seu Filho unigênito, para que todos, qualquer um de nós, que nele crer, tenha a vida eterna”. Só depende de nós e de nossa decisão. Se desejarmos ser curados como o paralítico, seremos curados. Se desejarmos ser livres de nossos pecados, seremos libertos. Se qualquer um de nós quisermos ser libertos hoje, basta que nós peçamos a Jesus para que seja o nosso libertador. Senhor, liberte-me de meus pecados, de minhas angústias e de meus sofrimentos. E ele nos ouvirá, porque o seu ouvido não está surdo para que não possa ouvir. Jesus é o Senhor da criação. O Senhor que trabalha todos os dias, de segunda a segunda. Ele é o Senhor que não deixa de cuidar e sarar as suas criaturas em um único momento. Seja sábado, seja domingo, seja segunda, seja dia santo, seja feriado, Jesus é o Senhor que trabalha em todo momento para que suas criaturas possam ser livres e felizes. Se você pedir a Ele para te libertar agora, Ele não vai dizer para você voltar amanhã, porque hoje é domingo. Não!. Ele vai te libertar agora, imediatamente. E ele justifica esse seu trabalho ininterrupto, dizendo que se o seu Pai trabalha até agora, então ele, que não é diferente de seu Pai, também trabalha assim. Os versículos de Jo 5:17-18, deixam claro a reivindicação de Jesus acerca de sua deidade. Jesus é Deus. Jesus é o Deus encarnado, que “habitou entre nós”, conforme diz Jo 1:14. No versículo de Jo 5:14, é esclarecido que a doença do paralítico era “pecado” e que esse pecado foi perdoado, porque o paralítico foi curado. Só Deus pode perdoar pecados. Só Deus pode curar de verdade. E o paralítico não foi curado por outra pessoa. Ele foi perdoado e curado por Jesus Cristo, o Filho de Deus. Numa outra passagem das Escrituras, em Mt 9:1-8, temos registrado a cura de um paralítico em Cafarnaum. E ali Jesus diz claramente ao paralítico, no vers. 2: “Tem bom ânimo, filho; estão perdoados os teus pecados”. Isso provoca uma polêmica entre os escribas, mas Jesus lhes esclarece no vers. 6 “que o Filho do homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados”. Jesus pode perdoar os seus pecados hoje, agora! Basta que você deseje e creia que Ele é o Filho de Deus que veio ao mundo para te salvar, morrendo na cruz em seu lugar. Quando você admitir que está condenado à morte e à perdição eterna por causa da multidão de seus pecados e crer que Jesus Cristo, o Filho de Deus pode te salvar e aceitar que Ele te salve, que Ele seja o teu salvador, pedindo isso a Ele, com a sua boca, você será salvo.
Meu querido, a salvação não é outra coisa senão a libertação das conseqüências de nossos pecados. Nós somos salvos da morte e da perdição eterna, para onde nos encaminha os nossos pecados. E só Jesus pode nos salvar dessa situação. Nenhuma outra pessoa, nenhum santo ou santa, ou milagreiro, ninguém mais pode nos salvar. O apóstolo Pedro esclarece muito bem essa questão. Em At 4:12 ele diz: “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. Só Jesus pode nos salvar. Ele é o único que pode interceder por nós junto a Deus, como diz o apóstolo Paulo em 1 Tm 2:5 “porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. Faça como o paralítico de Betesda. Entregue-se nas mãos de Jesus e seja curado por ele e salve a sua vida. Ela é o bem mais precioso que você tem.
Que Deus possa nos abençoar e completar os esclarecimentos que faltam em nossos corações. Amém!



SE VOCÊ É PESSOA JURÍDICA E DESEJA SE TORNAR UM PATROCINADOR DESSE BLOG, ANUNCIANDO SEU PRODUTO OU PRESTAÇÃO DE SERVIÇO, ENTRE EM CONTATO COM O ADMINISTRADOR NO EMAIL reinaremvida@gmail.com , OU SE VOCÊ PREFERE AJUDAR NO ANONIMATO ATRAVÉS DE DEPÓSITO OU TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA COM QUALQUER VALOR : 
( Caixa Econômica Federal, agencia 0185 conta 013 00458401-4 ) Sergio B. Barros 
EM QUALQUER CASA LOTÉRICA DEPOSITE MESMO QUE SEJA APENAS 1 REAL OU 1 DÓLAR NA CONTA ACIMA MENCIONADA E ESTARÁ CONTRIBUINDO NESSA OBRA.


..................................................................................... ....................................................................................
Postar um comentário

Confira Também:

UNIÃO DAS IGREJAS

A UNIDADE CRISTÃ "...HAVERÁ UM REBANHO E UM PASTOR" (JOÃO 10:16) Fala-se muito atualmente em união de igrejas, aproximação d...