Translate

domingo, 3 de novembro de 2013

Não tentem mudar um ao outro


Não tentem mudar um ao outro

Cada indivíduo é distinto, não existe pessoas semelhantes em todos os aspectos. Ao assumir o casamento, os jovens precisam entender que seu cônjuge é diferente dele. E precisam aprender a aceitarem-se sem exigências, críticas, ataques, recriminações, armas que só trarão destruição.

Cecil Osborne, em seu livro "A arte de compreender o cônjuge" diz:
- Não posso mudar ninguém por ação direta.
- Só posso mudar a mim mesmo.
- Quando eu mudo, os outros tendem a mudar em relação a mim.

Quando entendemos que "Só podemos mudar a nós mesmos" , uma nova perspectiva surge em nossas vidas e no nosso casamento. Precisamos aceitar essa verdade, devemos satisfazer às necessidades dos outros , ao invés de esperarmos que satisfaçam às nossas. Muitas vezes sua esposa está com acúmulo de afazeres antes da reunião; dando banho em duas ou três crianças, fazendo lanche e ainda tendo de se arrumar, e muitos ficam apenas lembrando-lhe que já está atrasada, isso e aquilo, sendo que sua esposa necessita é de compreensão e ajuda. E essa, se não for ajudada, tornar-se-á amargurada, e cada dia mais fechada para com seu marido.

Só conseguiremos mudanças em alguém, se nós mesmos estivermos dispostos a mudar.

Trecho extraído do livro "O propósito de Deus e A família cristã"
Postar um comentário

Confira Também:

SER BATISTA

O Que é Ser Batista?  INTRODUÇÃO : Um seminarista disse-me, não faz muito tempo, que é Batista por circunstâncias: ele converteu-se nu...