Translate

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

MISSÕES-ASSEMBLÉIA DE DEUS

................................................................................................................
.................................................................................................................
................................................................................................................
NASCE A SENAMI

Os primeiros missionários da Assembléia de Deus partiram para o campo sem credenciais para comprovarem suas atividades nos países aonde chegavam, estes heróis da Fé realizaram sua parte na Grande Comissão sem qualquer suporte logístico. Essa situação perdurou até janeiro do ano de 1975, quando na 22ª Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil na cidade de Santo André – SP, nasceu a SENAMI – Secretaria Nacional de Missões da CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, com a finalidade de estruturar o trabalho missionário da denominação no Brasil e no exterior e credenciar os missionários enviados por suas igrejas.

Os convencionais reunidos em Natal em 1973 prepararam um relatório para tratar sobre a criação da Secretaria Nacional de Missões das Assembléias de Deus. Em Santo André dois anos depois, depois de lido e aprovado o relatório, “o presidente pastor Túlio Barros Ferreira falou de forma eloquente e expressiva sobre a OBRA MISSIONÁRIA, tendo cantado um hino os pastores Otoniel e Oziel Moura de Paula trouxeram um avivamento aos convencionais. Antes de terminar a sessão, o pastor João Pereira de Andrade e Silva leu uma carta do missionário Temóteo Ramos de Oliveira, que estava na Espanha, falando sobre a obra de Deus naquele lugar. Depois se sucederam discorrendo sobre o assunto MISSÕES os pastores Joaquim Marcelino, Oziel Moura de Paula, Anselmo Silvestre e Luiz Francisco Fontes, e foi anunciada a primeira oferta para a SENAMI, recolhida durante a sessão, foi de Cr$2.720 (dois mil e setecentos e vinte cruzeiros)” (extraído do livro Histórias da Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil da CPAD).

Missões sempre fizeram parte da história das Assembléias de Deus no Brasil, visto que sua existência é fruto do trabalho missionário de dois jovens suecos, Gunnar Vingren e Daniel Berg, os quais desde cedo procuraram incutir no espírito dos membros da novel igreja a obediência ao IDE de Jesus, exarado na Grande Comissão de Mateus 28.18,19 e Marcos 16.15.

Assim, com apenas dois anos de existência, a Igreja da Missão da Fé Apostólica, mais tarde Assembléia de Deus no Brasil, de sua sede em Belém do Pará, enviou a Portugal seu primeiro Missionário ao exterior: José Plácido da Costa. Em 1921, foi a vez de José de Mattos. Ao longo dos anos outros seguiram os mesmos passos, saindo do Brasil para levar as boas novas a outros povos. Contudo, não havia um órgão oficial normativo que credenciasse os missionários e lutasse pelos seus interesses no campo missionário. Urgia solucionar tal problema, a fim de expandir o potencial missionário das Assembléias de Deus no Brasil e no exterior.

O que pretende a SENAMI


Incrementar o Projeto Adoção de obreiros;
Realizar Congressos e Conferências Nacionais e Missões das Assembléias de Deus no Brasil;
Fortalecer seu trabalho de pesquisa e de assessoramento às igrejas, para que cumpram a Grande Comissão;
Assistir missionários no campo com maior e melhor atendimento material, moral e ministerial;
Criar normas que propiciem as atividades evangélicas, tais como cruzadas, secretarias regionais e locais de missões, e também melhor funcionabilidade e conseqüente frutificação para o reino de Deus;
Executar projetos de evangelização por vias fluviais e marítimas, mediante a aquisição de embarcações adequadas e capazes para tal tarefa;
Estabelecer melhor intercâmbio com outros setores da Grande Seara, sempre que haja necessidade, visando o bom desempenho do labor missionário.

A SENAMI é um órgão da CGADB que caminha e conquista espaço no Brasil e no mundo, alicerçado na força do amor, generosidade e dedicação de vida e tempo exclusivamente ao Senhor da Seara.

LINKS MISSIONÁRIOS
 

 CGADBCONVENÇÃO GERALDAS ASSEMBLEIAS DE DEUS DO BRASIL

Revista POVOSREVISTA POVOS

    EMADESCOLA DE MISSÕES DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS

APMBASSOCIAÇÃO DE PROFESSORES DE MISSÕES DO BRASIL 

   CPADCASA PUBLICADORA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS

AMTBASSOCIAÇÃO MISSIONÁRIAS TRANSCULTURAL BRASILEIRA
 
CPAD NewsCPAD NEWS - PORTAL DE NOTÍCIAS DA CPAD

A voz dos MártiresA VOZ DOS MÁRTIRES  

  SepalSEPAL

SepalMISSÕES NOVAS TRIBOS DO BRASIL 

   Portas AbertasMISSÃO PORTAS ABERTAS

Missão Evangélica da AmazôniaMISSÃO EVANGÉLICA DA AMAZÔNIA    
   

Missionários cadastrados na SENAMI por Continentes e no Brasil


85 Missionários

292 Missionários

112 Missionários

298 Missionários


75 Missionários

49 Missionários

02 Missionários






ESCOLA DE MISSÕES

A Escola de Missões das Assembleias de Deus no Brasil (EMAD) é uma instituição de ensino missiológico, sem fins lucrativos, de propriedade da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).


A inauguração da Escola de Missões foi um sonho que se concretizou, pois a liderança da igreja desejava ter sua própria Escola de Missões. Em 3 de junho de 1989 diversos líderes se reuniram nas dependências da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) no Rio de Janeiro, para, através de um culto em ação de graças, estabelecer o marco inicial.CONHEÇA NOSSA DIRETORIA


A Escola começou a funcionar no prédio cedido pela CPAD e a primeira etapa da implantação foi o lançamento oficial do Curso de Missões por Correspondência, com seis módulos e já nos primeiros dias contava com mais de mil alunos inscritos.
O anteprojeto aprovado pela 29ª Assembleia Geral Extraordinária da CGADB no dia 05 de setembro de 1989, em Salvador, BA, permitiu a criação da Escola de Missões das Assembleias de Deus no Brasil, resultando no surgimento de uma nova era na história de nossa igreja, pois a partir disto a Igreja passou a ter amplas possibilidades de assumir posição de vanguarda no evangelismo mundial, isto porque o nosso país é visto por líderes no mundo cristão como celeiro missionário da atualidade.
A Escola de Missões foi transferida para Campo Limpo Paulista, interior do Estado de São Paulo, no mês de maio de 2005 e desde então, é onde está em pleno funcionamento com o curso a distância (CMD) e o curso interno (CPM).


Assembleias de Deus na África pretendem batizar 10 milhões de pessoas

A Aliança Africana das Assembleias de Deus (AAAD) estabeleceu o objectivo de baptizar 10 milhões de crentes dentro de um período de 10 anos, relata a agência noticiosa da denominação.

Os líderes africanos das AD comprometeram-se com a “Década de Pentecostes” numa reunião da AAAD que ocorre uma vez a cada quatro anos, realizada em Joanesburgo, na África do Sul, no início deste mês.

O “Actos em África”, um ministério que visa incentivar o reavivamento Pentecostal nas Assembleias de Deus em África, trará iniciativas para conduzir a Década de Pentecostes.

Durante a Década de Pentecostes, que terá início em 2010 e prosseguirá até 2020, as igrejas das Assembleias de Deus mobilizar-se-ão para missões mundiais com a visão de alcançar com o Evangelho povos “ainda por alcançar” em África e no Mundo, de acordo com a AG News.

As estratégias da AAAD para atingir sua meta incluirão um Dia Anual de Pentecostes altura em que cerca de 48.000 pastores das AD serão desafiados a pregar sobre o “baptismo no Espírito Santo e a missão de Deus” e a orar com os fiéis para serem preenchidos pelo Espírito Santo.

Há cerca de 16 milhões de membros das AD reunidos em mais de 50.000 igrejas de 50 países na África Subsariana e da Bacia do Índico, de acordo com a denominação. Em 1990 havia apenas 2,1 milhões de membros e 12.000 igrejas.

A Assembleias de Deus é a maior denominação pentecostal do mundo com 57 a 60 milhões de aderentes.

Há três décadas atrás o total combinado dos pentecostais e carismáticos era inferior a 5 por cento. Agora perfazem cerca de 17 por cento da população de África – ou cerca de 147 milhões de pessoas, de acordo com um estudo de 2006 do Pew Forum que destacou o forte crescimento do movimento dentro de meio século.

“A dramática expansão do Pentecostalismo atingiu quase toda a África subsariana”, afirmou o Pew Forum. “Se as igrejas pentecostais continuarem a crescer em números e activismo, o extenso impacto político da comunidade vibrante pentecostal em África tornar-se-á cada vez mais difícil de ignorar.”


................................................................................................................ .................................................................................................................
................................................................................................................ .................................................................................... .................................................................................... ...................................................................................... ....................................................................................
Postar um comentário

Confira Também:

UNIÃO DAS IGREJAS

A UNIDADE CRISTÃ "...HAVERÁ UM REBANHO E UM PASTOR" (JOÃO 10:16) Fala-se muito atualmente em união de igrejas, aproximação d...